Fundada a 17 de agosto de 2007 por Carolina Marcello, Joana Coutinho e Paulo Brás, encerrou a sua atividade enquanto revista erótica a 17 de agosto de 2013, reabrindo a 12 de dezembro do mesmo ano como plataforma do projeto A MULHER É O FUTURO DO HOMEM.

Os trabalhos e as noites (Alejandra Pizarnik)

O OLVIDO

na outra margem da noite
o amor é possível

— leva-me —

leva-me entre as doces substâncias
que morrem a cada dia na tua memória


OS PASSOS PERDIDOS

Antes fora uma luz
nascida na minha linguagem
a poucos passos do amor.

Noite aberta. Noite presença.


NOMEAR-TE

Não o poema da tua ausência,
apenas um desenho, uma fenda no muro,
algo no vento, um sabor amargo.


OS TRABALHOS E AS NOITES

para reconhecer na sede o meu emblema
para concretizar o meu único sonho
para nunca mais voltar a sustentar-me no amor

fui toda oferenda
um puro errar
de loba no bosque
na noite dos corpos

para dizer a palavra inocente


FESTA

Dispersei a minha orfandade
sobre a mesa, como um mapa.
Desenhei o itinerário
até ao meu posto no vento.
Os que chegam não me encontram.
Os que espero não existem.

E bebi licores furiosos
para transformar os rostos
num anjo, em copos vazios.


Tradução de Diogo Vaz Pinto

Sem comentários: